Header Ads

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Gasogênio oque é, vale a pena?

Gasogênio, Vale a pena? 

Gasogênio, é um mecanismo de queima de biomassa (mais precisamente madeira) que produz gás, esse é um resumo do processo que o aparelho faz mas basicamente ele é algo muito interessante e particularmente chamativo pelo fato de ser uma "biotecnologia" de mais de 100 anos que agora seu foto original mudou muito desde o seculo XIX e inicio do XX sua atuação era gerar gás para iluminação. Assim que os primeiros motores a combustão interna com ciclo de Otto surgiram não demorou muito para criar-se um processo de formação de gás mais eficiente que era o processo gás aquoso, de gás de síntese que ainda era usado para iluminação e mais fins. 
Porem com esses outros processos serviram de base para o inventor francês Georges Imbert  para criar o gerador de downdraft "Imbert em 1920 que foi o processo mais usado.

O Gasogênio sempre esteve em uso antes e depois da guerra, mas por acarretar os problemas (o mais visível é o seu porte) não era muito adaptado para a vida social, já que havia a gasolina. Seu uso era mais usado em caso de necessidade como no caso da segunda guerra mundial ou em virtude da sua economia. 

já agora com uma pequena introdução do Gasogênio, vamos ao ponto, vale a pena? As circunstancias na qual esse processo se torna vantajoso é muito individual; economia, necessidade, ultima opção.  se considerar no lado sustentável ele é uma boa  escolha afinal seu combustível é renovável mas se considerar que sua função é aquecer a lenha, carbonizar ela a uma temperatura alta e o mais estável possível para obter o melhor rendimento possível, ele se encaixa mais em uma estrutura estacionaria e não em um veiculo (considerando o vento que diminuirá sua temperatura) mas vamos a lista de vantagens e desvantagens. 

Vantagens 
  • Os geradores de gás de madeira têm uma série de vantagens sobre o uso de combustíveis de petróleo
  • Eles podem ser usados ​​para executar motores de combustão interna (ou turbinas a gás , para eficiência máxima) usando madeira, um recurso renovável e, na ausência de petróleo ou gás natural , por exemplo, durante uma falta de combustível.
  • Eles têm um ciclo de carbono fechado , contribuem menos para o aquecimento global e são de natureza sustentável.
  • Eles podem ser facilmente fabricados em uma crise usando materiais disponíveis.
  • Eles são muito mais limpos que um fogo de madeira ou um motor a gasolina (sem controles de emissões ), produzindo pouco, se houver força.
  • Quando utilizados em um design estacionário, eles alcançam seu verdadeiro potencial, pois são viáveis ​​em pequenos cenários combinados de calor e energia (com recuperação de calor do produtor de gás de madeira e, possivelmente, o motor / gerador, por exemplo, para aquecer água para aquecimento hidronico ), mesmo nos países industrializados, mesmo durante os bons tempos econômicos, desde que seja possível alcançar uma quantidade suficiente de madeira. As instalações de maior escala podem aumentar ainda mais as eficiências e também são úteis para aquecimento urbano .
Desvantagens 

  • Tamanho geralmente grande
  • A velocidade de partida relativamente baixa; o tempo para aquecer a madeira, que esta inicialmente fria para o nível de temperatura necessário, pode demorar muitos minutos e em projetos maiores até horas até atingir a potência projetada.
  • Se for feito um abastecimento enquanto está com lenha dentro pode ocasionar uma perca de gás
  • O gás de combustível primário produzido durante a gaseificação é o monóxido de carbono : é um produto intencional e, subsequentemente, é queimado para dióxido de carbono dentro do motor (ou outra aplicação) junto com os outros gases combustíveis; no entanto, a exposição contínua ao monóxido de carbono pode ser fatal para os seres humanos, mesmo em concentrações pequenas a moderadas.
  • A umidade da madeira (geralmente 15 a 20%) e o vapor de água criado pelos átomos de O e H da própria madeira seca (cerca de 0,4 litros de água carregada com substâncias orgânicas por kg de madeira seca) condensa durante o gás procedimento de resfriamento e filtragem e produz um líquido (ver filtro ciclone), que precisa de tratamento específico de águas residuais. Este tratamento requer cerca de 25 a 35% da energia de gás de madeira criada. 
Gasogênio usado em um motor para gerar energia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Voltar ao topo