Header Ads

domingo, 8 de outubro de 2017

Gases gerados no Gasogenio


No gasogênio ele utiliza de pouco oxigênio para realizar uma semi queima no material a ser queimado, provocando aquela fumaceira toda. Esse processo é a carbonização e chama-se gaseificação os gases contidos na fumaça são chamados de gases pobres, por causa da sua baixa taxa de explosão. 

 O gás de síntese é produzido, por exemplo, a partir de resíduos agrícolas (biomassa) e carvão, em usinas para geração de energia elétrica. Industrialmente, usa-se o oxigênio e/ou ar para queima, adicionando-se também vapor de água em alguns casos, que reage com o material aquecido a ~700°C reduzindo a parcela de monóxido de carbono e ampliando a parcela de hidrogênio.

2C + O2 ⇌ 2CO + 58 000 cal por mol (44g).
C + O2 ⇌ CO2 + 97 000 cal por mol.
2CO + O2 ⇌ 2CO2 + 136 000 cal por mol.
CO2 + C ⇌ 2CO - 38 000 cal por mol.
Quando vapor de água é injetado no ar de combustão, tem suas moléculas "quebradas" térmicamente (ver: reação de mudança do vapor de água). Tal reação produz grandes quantidades de hidrogênio obtendo-se misturas gasosas com as seguintes composições:

C + H2O ⇌ CO + H2 ⇌ - 28 000 cal por mol.
C + 2H2O ⇌ CO2 + 2H2 - 18 000 cal por mol.
CO + H2O ⇌ CO2 + H2 + 9 400 cal por mol.

Essa mistura gasosa costuma ser chamada de “gás pobre”, porque dentre esses gases apenas o monóxido de carbono, o hidrogênio e o metano atuam como combustíveis e suas matérias-primas apresentam um baixo poder calorífico, principalmente quando comparados ao poder calorífico dos combustíveis derivados do petróleo, como o óleo diesel e a gasolina

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Voltar ao topo